segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Não pensar em mais nada no final da tudo certo de algum jeito...

Pq tem fases na vida da gente que precisamos tanto de carinho?
Ou apenas de um colinho, de um abraço...
A gente não sabe o pq das coisas voltamos lá pra infância em que tudo começa a nos perguntar pq..pq..pq...., a gente fica feliz com os outros mas sente aquele nó na nossa garganta quando se depara com o vazio e lá vem às lágrimas novamente...
Chorar até que faz bem parece que limpa a gente por dentro, principalmente quando começa a tocar aquela música que os acordes da introdução parecem que é uma faca que vem dilacerando todo o seu peito e começa então aquela sessão nostalgia.
As primeiras palavras dessa música que tanto toca a vida da gente, que faz com que um sentimento de calma, alegria, tristeza e saudade se juntem e façam um enorme carnaval dentro do nosso peito.
A espera que toda a porcaria acabe de uma vez e comece aquela nova fase na sua vida em que nada e nem ninguém vai atrapalhar, viver os sonhos que formam sonhados na calada da noite independente de onde o outro sonhador esteja apenas vive-los.
E parece que a hora disso ta chegando a hora de enxugar as lágrimas, levantar a cabeça e começar a viver e combater diariamente essa dor que sempre nos assola.
Sempre ver tudo isso como uma doce lembrança daquela de olhar e não apagar, apenas deixar ela ali arquivada no nosso interior e quando mais precisar ir buscar lá dentro no mais fundo do degrau da evolução amorosa a lembrança de alguém que foi importante pra você e que com certeza nada e ninguém podem tirar de ti.
Chegada a hora de ir lavar o rosto, olhar pra frente deixar esse resto de lágrima cair independente do que seja e pra quem seja.
A mudança começa a bater na sua porta mais continua sim a vontade do abraço aquela coisa de carência a vontade de passar horas conversando deitada na perna de alguém sobre tudo que aconteceu e dar risada disso e ainda no final dizer:
-Meu como pude ser tão idiota a ponto de deixar um idiota fazer isso comigo?
Realmente ver os outros felizes e se alegrar com isso, como sempre se alegrou e não mais ficar com aquele nó na garganta ...Mudar não é só cortar o cabelo,comprar outras roupas,mudar é ser de novo o que um dia poderia ter sido ou quem sabe começar de novo de uma maneira que te faça feliz independente do que os outros vão falar...
Lembrar sim sofrer não mais...

___________________________________________________________

Pra te Lembrar-Nei Lisboa

O quê que eu vou fazer pra te esquecer
Sempre que já nem me lembro
Lembras pra mim
Cada sonho teu me abraça ao acordar
Como um anjo lindo
Mais leve que o ar
Tão doce de olhar
Que nem um adeus pode apagar.
O quê que eu vou fazer pra te deixar
Sempre que eu apresso o passo
Passas por mim
E um silêncio teu me pede pra voltar
Ao te ver seguindo
Mais leve que o ar
Tão doce de olhar
Que nem um adeus pode apagar.
O quê que eu vou fazer pra te lembrar
Como tantos que eu conheço
E esqueço de amar
Em que espelho teu
Sou eu que vou estar
A te ver sorrindo
Mais leve que o ar
Tão doce de olhar
Que nem um adeus pode apagar...

Um comentário:

Mr Bobby Jones McGee disse...

sofrer faz parte da evolução
seríamos muito menos (experiências, vivências, conhecimento) se não tivéssemos sofrido...
aliás, esse texto que por sinal é muito belo, não teria a inspiração, e não existiria...

mas eu espero também que as lágrimas não mais estejam presentes no teu rosto, e que tu tenha mais daquelas histórias pra me contar, na calçada, a noite... :)